EM DEFESA DA FAMÍLIA TRADICIONAL, DA MORAL E DOS BONS COSTUMES

O novo Partido Cristão (PC), trabalha para promover os valores da família tradicional no Brasil. O PC discorda da suposta “pauta progressista” que, tenta impor ideias contrárias ao que pensa a maioria da sociedade brasileira.

De acordo com estatísticas do IBGE, 87% dos brasileiros são cristãos.  Sob a tutela do suposto “politicamente correto”, partidos de esquerda, parte da imprensa e da academia tentam impor uma agenda que, está longe de representar o pensamento do povo brasileiro.

Discordamos da chamada identidade de gêneros, casamento homoafetivo, descriminalização da maconha e, toda tentativa de possível doutrinação ideológica, política e religiosa nas escolas. O PC não aceita agressão a homossexuais, nem pena de morte a quem fuma um cigarro de maconha; pede apenas que limites sejam estabelecidos.

Não é admissível que, o Estado brasileiro seja cúmplice de crimes cometidos por pessoas sob o efeito de drogas e, não haja punição para tais práticas. Não aceitamos o fato do professor ensinar para o seu filho aquilo que não está previsto na base curricular. Por esta razão, defendemos o Programa Escola Sem Partido.  

Muito embora o Estado brasileiro seja Laico, se faz necessário que, os Cristãos participem de forma mais ativa nas decisões da sociedade. O Estado deve agir com imparcialidade em assuntos religiosos, mas é salutar que, tenhamos gestores públicos com sólida formação religiosa e moral. 

Para exemplificarmos, temos que estar devidamente representados na cultura, na política, na educação, nas artes, nas ciências, no Legislativo, no Executivo e no Judiciário. Para acessar nosso conteúdo na íntegra, clique na descrição abaixo:

PRINCÍPIOS DO NOVO PARTIDO CRISTÃO (PC)