Após tumultos, Câmara adia votação do projeto da Escola Sem Partido (Ouça o Áudio)

Mais uma reunião tumultuada da comissão especial que analisa, na Câmara dos Deputados, a proposta conhecida como Escola Sem Partido. Como tem ocorrido nas últimas semanas, a votação foi adiada depois da obstrução da oposição, que conseguiu atrasar o início da votação até que os trabalhos no Plenário da Casa fossem iniciados.

Se não for votado até o dia 21 de dezembro, fim do ano legislativo, o projeto será arquivado. Caso isso ocorra, a proposta por ser desarquivada em fevereiro, mas uma comissão precisará ser formada para fazer um novo relatório.

Um dos artigos do projeto diz que as escolas não poderão desenvolver políticas de ensino que tratem de gênero ou orientação sexual. A proposta também estabelece que as crenças morais, religiosas e políticas da família têm prioridade sobre a educação escolar quando tais temas forem tratados na sala de aula. Fonte: Rádio Nacional/EBC.