Franklin Graham alerta cristãos sobre candidatos de esquerda

SUCESSOR DE BILLY GRAHAM – Pastor lembra que “progressistas” votam contra princípios divinos. 

Filho e sucessor de Billy Graham, o pastor Franklin Graham é amigo e conselheiro do presidente Donald Trump.

Ele sempre foi muito vocal sobre seu posicionamento político, usando as redes sociais muitas vezes para questionar posicionamentos e propostas de lei dos “progressistas”.

Embora o termo tenha diferentes concepções, nos Estados Unidos é usado para referir-se ao pensamento de grupos ideologicamente “à esquerda”.

Esta semana Franklin usou o Twitter para publicar uma série de “alertas” relativos as eleições americanas em novembro, revelando como os líderes cristãos de todo o mundo estão mais atentos a essa questão que no passado.

“Como cristãos, precisamos orar e precisamos votar”, lembrou o pastor em uma das mensagens. Poucos minutos depois, escreveu: “Os cristãos devem estar cientes do que pensam os candidatos que se dizem progressistas. ‘Progressista’ geralmente é uma das palavras para falar de quem se inclina para o socialismo, que não acredita em Deus, e que provavelmente votará contra princípios divinos que são tão importantes para a nação”.

Fez ainda um apelo: “Não é hora de ficarmos em silêncio – precisamos fazer mudanças positivas para nossos filhos e netos.” As posturas conservadoras de Franklin são bem conhecidas. Antes da eleição presidencial de 2016, ele promoveu a turnê “Decision America” em 50 estados pedindo aos cristãos que votassem.

Apesar de não ter endossado nenhum candidato,  muitas vezes avaliou de forma negativa a postura de Hillary Clinton e denunciou a imposição da ideologia de gênero e outras agendas globalistas nos discursos da candidata.  

Fonte: Christian Today