Ex-primeira-dama da Paraíba acusa governador de agressão (vídeo)

Pâmela Bório relata que sofreu enforcamento e teve os dentes quebrados na ocasião. A ex-primeira-dama da Paraíba Pâmela Bório utilizou sua conta no aplicativo Instagram para acusar o governador do Estado, Ricardo Vieira Coutinho, de agressão.

Na legenda de uma imagem, ela conta o que a levou a ingressar em uma ação com base na Lei Maria da Penha contra o ex-marido. No texto, ela diz que sofreu violência física e psicológica enquanto ainda era casada com Coutinho.

Pâmela ainda conta que foi vítima de uma tentativa de homicídio após o término do relacionamento. Segundo ela, o governador “planejou e concretizou outra agressão física” no dia 7 de setembro de 2015. A ex-primeira-dama conta que sofreu enforcamento e teve os dentes quebrados na ocasião.

Ao relatar sobre o período em que ainda era casada com o governador, Pâmela diz que, além da violência física, era vítima de ameaças, alienação parental, chantagem emocional e violência patrimonial e moral.

“Em outro episódio, puxou meu braço dentro da residência e me ameaçou com ‘pena capital’, segundo suas palavras”, destaca. A ex-primeira-dama ainda afirma que, após romper o relacionamento com Coutinho, foi coagida a uma perda patrimonial. A defesa do governador nega tudo e, revela que, está processando Pâmela por calúnia, injúria e difamação.